ABCZ COMEMORA A PRIMEIRA EXPOGENÉTICA COM A PRESENÇA DE GRANDE PÚBLICO INTERNACIONAL

29/08/2018


Workshop de capacitação para inserção no mercado exportador, ministrado por Vinicius Estrela, gestor de projetos da gerência de agronegócios da APEX Brasil

Pela primeira vez, foi realizado um trabalho de divulgação internacional da ExpoGenética. O trabalho surtiu grande efeito, com a recepção de visitantes de doze países, que estiveram no Parque Fernando Costa na busca da genética zebuína brasileira, tecnologias e insumos da nossa pecuária.

\"Recebemos pecuaristas da Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, Índia, Malásia, México, Nigéria, Paraguai e Turquia, que puderam obter informações sobre melhoramento genético e conhecerem exemplares das raças zebuínas de alta qualidade, presentes no evento\", comenta Icce Garbellini, gerente de relações internacionais da ABCZ.

Além de recepcionar os visitantes, a equipe internacional da ABCZ, que também coordena as atividades do Projeto Brazilian Cattle, desenvolveu na última quarta-feira, dia 22, um workshop de capacitação para inserção no mercado exportador, ministrado por Vinicius Estrela, gestor de projetos da gerência de agronegócios da APEX Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

O evento teve como objetivo instruir os associados do projeto Brazilian Cattle para que desenvolvam um trabalho eficiente, a fim de incrementar ainda mais as exportações e fomentar a imagem e a credibilidade da pecuária brasileira no mercado internacional.

O selecionador Beto Mendes foi um dos participantes do workshop. A Fazenda do Sabiá, criatório que soma 50 anos de seleção na raça Nelore, está se preparando para exportar a tradicional genética zebuína. “Vejo que a demanda por genética zebuína, principalmente da raça Nelore, ainda é embrionária quando se trata de mercados como a América Latina e até mesmo África, porém o potencial é imenso. A minha busca por esse workshop é para sair na frente, me preparando, me estruturando e indo atrás de mercados que são praticamente inexistentes para o nelore hoje. É uma estratégia de posicionamento de mercado da fazenda”, revelou.

No conteúdo do workshop, estavam orientações sobre exportação, com temas como: precificação, estratégias de posicionamento, sistema operacional, regulamentação eprospecção de mercado.

O workshop também contou com a participação da diretora de Relações Internacionais da ABCZ, Ana Claudia Mendes Souza. “A capacitação superou as nossas expectativas e, com certeza, os nossos associados irão se posicionar frente ao mercado internacional de uma maneira muito mais assertiva”, destacou.






Brazilian Cattle © 2015 | Todos os direiros reservados | Créditos e Expediente
Fotos: Carlos Lopes, Fábio Fatori, Gustavo Migueol, Humberto Catão, Jadir Bison, JM Matos, Maurício Farias, Ney Braga, Rubens Ferreira, Zezinho Peres e arquivo ABCZ.
A reprodução total ou parcial do conteudo deste site, requer autorização prévia do Brazilian Cattle